Direto do túnel do tempo

No final da década de 1970, a montadora Scania destacou sua linha de chassis destinada aos nichos urbano e rodoviário, com modelos equipados com motorização de alta potência para a época - 203 cv aspirado e 296 cv com turbo compressor. O chassi B111, nas versões convencional e articulada, e o modelo BR 116 eram os ônibus pesados que faziam a diferença no mercado brasileiro. Podiam ter suspensão metálica ou pneumática, caixa de câmbio com cinco marchas manuais ou transmissão automática. O conforto, a segurança e a economia eram ressaltados pela montadora devido ao mais moderno conceito tecnológico adotado nos veículos. Para constar, a Scania, sinônimo em veículos pesados naquela época, foi a primeira fabricante de ônibus a apresentar o modelo articulado no Brasil.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *