Direto do túnel do tempo

Nas décadas de 1970 e 1980, o Governo Federal, por meio do DNER, divulgava a importância de se viajar de ônibus pelo País.

Como forma de estimular as viagens rodoviárias em ônibus, o extinto órgão federal DNER (Departamento Nacional de Estradas de Rodagem), responsável pelo gerenciamento do sistema interestadual de transporte rodoviário de passageiros, lançou campanhas em 1977 para mostrar as vantagens de se utilizar um ônibus nos deslocamentos em longos trajetos entre as cidades. O Brasil daquela época buscava promover equilíbrio em sua balança comercial e reduzir as importações de petróleo que estavam no radar da equipe econômica do Governo Federal. Com o choque do petróleo, os preços internacionais jogaram o valor da gasolina e do diesel à um patamar nada favorável para o cidadão brasileiro e economizar combustível era fator primordial para a diminuição dos gastos públicos.

Então, o DNER revelou sua campanha para que o usuário do automóvel optasse mais pelo ônibus em seu deslocamento, fato que poderia lhe render vantagens econômicas visando outros benefícios a serem aproveitados em momentos de descontração.

Outros tempos em que o transporte coletivo intermunicipal era reconhecido, por um órgão federal, como uma escolha inteligente de mobilidade.

Imagens – Reprodução

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.