E a eletromobilidade se expande pela Europa

Para a recarga elétrica dos novos ônibus, a VDL implementará a infraestrutura necessária, sendo que haverá duas opções

A GVB, operadora do transporte coletivo de Amsterdam, na Holanda, receberá mais 44 novos ônibus articulados 100% elétricos Citea produzidos pela marca VDL Bus & Coach. Os veículos se juntarão a outros 33 que já estão em uso pela cidade, que desenvolveu a ‘Route Map Amsterdam Climate Neutral 2050’, com o propósito de reduzir suas emissões de CO2 em 5%, em 2025, 55%, em 2030 e 95%, em 2050, em comparação com os níveis de 1990. Parte desse ideal é operar, somente, com uma frota de ônibus totalmente livre de emissões do ano de 2025 em diante.

Ard Romers, diretor administrativo da VDL Bus & Coach Nederland, destacou que a operadora GVB está claramente dando uma contribuição massiva aos objetivos da cidade de Amsterdã. “Estamos orgulhosos em continuar a nossa cooperação com os parceiros neste projeto, com base na confiança construída nos últimos anos. Como um parceiro de transição, temos o prazer de oferecer nossa experiência e conhecimento. Mais de 900 Citeas, agora, cobrem mais de 135.000 quilômetros elétricos juntos, todos os dias, em um grande número de cidades e regiões europeias. A Holanda é líder no continente europeu na eletrificação do transporte público”, disse o executivo.

Já Claudia Zuiderwijk, gerente geral da GVB, comentou que, apesar do coronavírus e de todas as incertezas que o acompanham a empresa de transporte urbano neste momento, a operadora acredita que é extremamente importante a chegada dos novos ônibus no processo de tornar a frota local de ônibus mais sustentável. “É bom estarmos recebendo suporte de todas as partes envolvidas. Consideramos que é nosso dever, como operadora de transporte público de Amsterdã, contribuir ao máximo para os objetivos de sustentabilidade da cidade. Amsterdã está crescendo, e como uma empresa de transporte público, queremos manter a cidade acessível para todos. E, eletrificar nossos ônibus contribuirá para um ar limpo”, ressaltou.

Para a recarga elétrica dos novos ônibus, a VDL implementará a infraestrutura necessária, sendo que haverá duas opções, com o modelo rápido instalado na estação Amsterdam Central, e um sistema de carga lenta em duas garagens. Os 44 novos articulados e-bus Citea SLFA-180 Electric, serão equipados com uma bateria de alta capacidade energética, com 422 kWh, além de não contarem com espelhos retrovisores, mas sim câmeras, que em combinação com dois monitores no painel do motorista, permitirão uma condução mais segurança no trânsito.

O modelo ainda conta com piso interno totalmente plano, portas de entrada e saída garantem acessibilidade ideal nas altas frequências de embarque e desembarque e uma excelente capacidade de manobra adequada para o transporte urbano.

Imagem – VDL Bus & Coach

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.