Renovação no sistema urbano de Bogotá

De acordo com a gerência do TransMilenio, com a entrada dos novos ônibus, deixarão de ser emitidas cerca de 5,3 toneladas por ano de material particulado

O processo de modernização da frota do sistema SITP da capital colombiana Bogotá continua em franca expansão. Recentemente, a EMASIVO S.A.S., optou por uma solução sustentável para o meio ambiente, escolhendo os ônibus movidos a Gás Natural Euro VI da marca Scania visando a redução das emissões poluentes e dos ruídos.

Ao todo são 322 veículos na configuração padrão para o Sistema Integrado de Transporte Público (SITP) em Bogotá. “Estes veículos a gás Euro VI são ideais para o transporte urbano de passageiros. A rentabilidade que oferece, o baixo consumo de combustível, as baixas emissões de partículas e a redução de ruído são a prova disso”, disse Juan Carlos Ocampo, diretor-geral da Scania Colômbia.

Os novos ônibus possuem motor de 280 cavalos, configuração 4×2 e suspensão a ar, além de serem equipados com o sistema Scania Fleet Management System, que fornece dados da unidade em tempo real, como consumo de combustível, desempenho de direção, intervalos de manutenção, entre outros fatores. Além disso, há também um sistema que extingue o fogo em caso de incêndio nos tanques de gás.

Os 323 estarão em operação nas áreas de Suba, sendo 189 deles em E Masivo 16 e os restantes 134 em E Masivo 10. “Estamos convencidos de que o gás é a alternativa que mais benefícios oferece ao nosso mercado atual, constituindo uma transição necessária no desenvolvimento de novas tecnologias da marca. Sustentabilidade e lucratividade devem andar de mãos dadas”, acrescentou Ocampo.

A Scania ainda será a responsável pela manutenção e o fornecimento de peças de reposição para os veículos. “A oficina Scania fornecerá todas as peças de reposição necessárias para garantir a máxima disponibilidade das unidades, contando com pessoal técnico qualificado, que se encarregará de oferecer uma manutenção com os mais elevados padrões de qualidade da marca”, concluiu o executivo.

Os chassis receberam as carroçarias das marcas Busscar e Marcopolo (capacidade para 80 passageiros), produzidas em suas unidades respectivas localizadas na Colômbia.

A Volkswagen Caminhões e Ônibus também participa dessa renovação no sistema zonal em Suba. A montadora forneceu 139 chassis que foram encarroçados com o modelo da Busscar. Os 462 novos ônibus contam com conexão de internet via Wi-Fi, portas USB para recarga de dispositivos eletrônicos, plataformas e espaços acessíveis para pessoas com deficiência, sensores de cabine e motor, sistema de vídeo-vigilância, freios ABS e cabine do motorista isolada do salão de passageiros.

De acordo com a gerência do TransMilenio, com a entrada dos novos ônibus, deixarão de ser emitidas cerca de 5,3 toneladas por ano de material particulado, uma vez que os veículos obsoletos com o padrão de emissão Euro II sairão de operação, fato que reduzirá em 99% as emissões de partículas, se comparadas com as unidades mais antigas, além do que, 1,2 milhão de passageiros serão beneficiados com a renovação da frota.

Imagens – Scania Colômbia e ColombiaBus

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.