Costa do Marfim confia no ônibus brasileiro

Dentre o lote comercializado, destaque para os 50 ônibus articulados com propulsão a gás natural Euro VI, um significativo passo na transição para as trações 100% limpas

Ao todo serão 472 unidades de novos ônibus exportadas ao país africano Costa do Marfim, que por meio da operadora SOTRA (Société des Transports Abidjanais) serão utilizadas no sistema de transporte coletivo da Abidjan, a maior cidade local. Há um mix de veículos negociados para a Scania West Africa, compreendendo os modelos de carroçarias da encarroçadora gaúcha Marcopolo – Viale BRS, Viale BRS Articulado e Volare -, além dos chassis Scania K 250 UB (entrada baixa) e K 320 UA (articulado com entrada baixa), estes equipados com motorização a gás Euro VI, e que serão entregues em lotes mensais até julho de 2022. Os primeiros 109 veículos já foram enviados.

Dentre o lote comercializado, destaque para os 50 ônibus articulados com propulsão a gás natural Euro VI, um significativo passo na transição para as trações 100% limpas. Segundo a Marcopolo, esses veículos, com fonte de combustível alternativa e sustentável, estão alinhados à sua estratégia de colaborar e incentivar novas tecnologias limpas para a preservação ambiental nos principais mercados em que atua no mundo.

Ônibus articulados movidos a gás natural

Para a Scania, além de fabricar os ônibus, há outras formas de negócios para viabilizar as soluções completas de transporte e, neste caso, o resultado vem por meio de uma parceria entre a montadora, a Team Sweden – que inclui a Corporação Sueca de Crédito à Exportação (SEK) e a Agência Sueca de Crédito à Exportação (EKN) – e instituições financeiras. “O contrato também inclui a construção de um terminal de ônibus e o treinamento de funcionários. Vale ressaltar que, em termos de sustentabilidade, os ônibus a diesel são preparados para mover à base de biodiesel e os articulados a gás podem ser operados com biogás”, ressaltou André Oliveira, gerente de Ônibus para América Latina em Sales & Marketing.

Alexandre Lopes, gerente de contas da área de Vendas de Ônibus da Scania Latin America, comentou que a montadora mantém forte parceria com a Marcopolo em diversos negócios, principalmente no continente africano, e esta é a primeira vez que a marca entra na frota da SOTRA. “Estamos muito entusiasmados em levar os modelos a gás pois, muito provavelmente, esses serão os primeiros ônibus com a tecnologia Euro VI na África”, celebrou ele. Ao todo são 450 chassis da marca.

Imagens – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.