Direto do túnel do tempo

"Eu não sou besta pra tirar onda de herói, sou vacinado, eu sou caubói, caubói fora da lei..."

O maluco beleza e o transporte. Raul Seixas foi uma das grandes personalidades da música brasileira. Irreverente, com um toque de maestria nas letras de suas músicas, muitas das quais um símbolo de protesto quanto à sociedade e suas manias de rotular tudo, o cantor sempre provocava com suas atitudes, que para muitos eram atos de rebeldia. Com certeza, ele não quis ser como todo mundo!!!

Nesta imagem, muito bem sacada pelo fotógrafo Antonio Carlos Piccino, do jornal O Globo, Rauzito anda tranquilamente de bicicleta (monareta?) em meio ao trânsito carioca, tendo como pano de fundo um ônibus urbano produzido pela extinta marca Ciferal. “Os caretas estão loucos, perderam o jeito, estão tropeçando a todo instante”, disse ele ao jornal carioca.

Considerado o pai do rock brasileiro, Raul Rock Seixas morava no bairro de Ipanema e a foto, de 1973, retratou seu momento profissional, indo para o teatro Tereza Rachel, onde estava fazendo shows.

Ah!! Com a sua bicicleta, ele também protestou contra a poluição, fato que já presente na cidade naquela longínqua década. Palmas para Raul, que faleceu em 1989, deixando um legado muito importante para a cultura musical brasileira.

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.