Motores Euro VI mais potentes

De acordo com a Scania, seus motores conseguem desenvolver os mais altos torques do mercado e propiciam aumento da eficiência energética em relação à geração atual, Euro V

Após apresentar ao segmento da imprensa especializada sua nova geração de ônibus, a montadora Scania ressalta a maior potência aplicada em seus propulsores Euro VI. A partir de 2023, todos os veículos comerciais pesados deverão sair de fábrica com os motores atendendo à normativa Proconve 8 definida na resolução 490, de novembro de 2018, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), integrante do Ministério do Meio Ambiente.

A nova gama de motorização poderá ser abastecida com diesel, HVO ou biodiesel, tendo 9 e 13 litros, 5 e 6 cilindros, com as potências de 320, 370, 410, 450 e 500 cavalos, para os modelos estradeiros, e de 280 e 320cv, para os urbanos. A montadora também citou que há as opções de 280 cv e, uma nova, de 340 cv (antes era de 320cv) para os motores a gás (natural e/ou biometano). Os torques variam de 1.350 Nm a 2.550 Nm.

De acordo com a Scania, seus motores conseguem desenvolver os mais altos torques do mercado e propiciam aumento da eficiência energética em relação à geração atual, Euro V, o que na prática traz melhores resultados aos negócios dos clientes. “Esse superior desempenho ocorre em virtude da introdução do sistema XPI, que possibilita melhor eficiência da combustão com pontos múltiplos de injeção, independentemente da rotação do motor, e garante menor emissão de poluentes e de ruídos. O sistema de tratamento de gases permanece o SCR (Selective Catalytic Reduction ou Redução Catalítica Seletiva), com o uso do reagente ARLA 32, e que passa a ter um filtro de particulado para atender a lei Conama P8”, disse Ivanovik Marx, engenheiro de Oferta de Soluções da Scania no Brasil. Lembrando que a marca não utilizará o sistema EGR (Recirculação de Gases) na estrutura que compõe a redução dos gases tóxicos.

Ainda, no tocante a eficiência operacional, a montadora salienta que o propulsor de 9 litros tem na robustez o seu grande diferencial, pois trata-se de um motor com 5 cilindros que proporciona máxima potência e maior capacidade de carga com um menor consumo de combustível e o seu bloco de 13 litros, com 6 cilindros, segue a filosofia da casa em relação a baixa rotação e o alto torque, ideal para operações de longas distâncias. O cliente terá excelente economia de combustível com a melhor eficiência da categoria. “Nos preocupamos em proporcionar, com os novos motores, eficiência, durabilidade dos componentes e economia. Em termos econômicos, esses propulsores podem proporcionar até 8% de economia de combustível em ônibus rodoviários, sendo 7% do motor XPI Euro 6 e 1% da caixa automatizada Scania Opticruise e de até 10% nos chassis urbanos, sendo 7% do motor XPI Euro 6 e 3% da caixa automática ZF EcoLife 2”, destacou Celso Mendonça, gerente de Vendas de Soluções de Mobilidade da Scania no Brasil.

Imagens – Scania

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.