Aguardando o retorno do passageiro

A pandemia afetou os negócios das transportadoras rodoviárias. Resta a esperança que a demanda de passageiros volte a crescer

A ABRATI (Associação Brasileira das Empresas de Transportes Terrestres Interestaduais de Passageiros) está confiante na retomada dos negócios de suas associadas em um futuro bem próximo. Recentes pesquisas do IBGE e o movimento nas rodoviárias vem demonstrando que o transporte terrestre registrou alta de 12,4% entre janeiro e maio de 2021, enquanto o de turismo comemora alta de 23,3%. As operadoras de ônibus rodoviários do regime de linhas regulares, mesmo diante de todos os impactos financeiros advindos da pandemia, têm buscado soluções para superar a crise e fidelizar seus clientes, com a aposta na retomada segura das viagens e nas atrações do turismo doméstico.

Um dos maiores transportadores brasileiros, o grupo Guanabara, com forte atuação nas ligações rodoviárias do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste e que reúne as empresas UTIL, Brisa, Sampaio, Real Expresso, Rápido Federal e Expresso Guanabara, lançou o VIVA, programa de fidelização de novos clientes que funciona por meio do resgate de pontos conquistados na compra de viagens, que podem ser aplicados em passagens e produtos ou serviços no marketplace disponibilizado por uma rede de parceiros do grupo com mais de 200 mil opções de itens, como eletrodomésticos, eletrônicos, cosméticos, artigos esportivos, entre outros. Participam dessa ação grandes redes varejistas, como Magalu, Ponto Frio, Lojas Americanas, C&A, Carrefour, Drogasil e Natura. Tal programa foi desenvolvido em parceria com as grandes startups de tecnologia, a LTM e a VERTEM.  “Criamos algo pioneiro no setor, um grande ecossistema de benefícios para os clientes, dando a chance de eles usarem seus pontos como e onde quiserem. Por isso, também estamos fechando parcerias com os restaurantes onde as empresas fazem paradas nas viagens e com meios de hospedagem localizados na área de operação das viações, afirma Raphael Mello, CEO da LTM. A meta é fidelizar meio milhão de novos viajantes de ônibus.

Ainda pensando na comodidade para seus clientes, o referido grupo está oferecendo uma outra novidade para completar a experiência do viajante. Trata-se do Pod Travel, um podcast presente nas principais plataformas e agregadores de podcasts que irá oferecer dicas úteis, indicações de passeios e points nas mais de 1.500 cidades atendidas pelo grupo com as suas transportadoras.

O reforço com a segurança nas viagens

Reforçando seu compromisso com a segurança e a formalidade do trabalho dos rodoviários, a ABRATI é uma das apoiadoras do Projeto de Lei 3819/20, já aprovado no Senado e na pauta de votação da Câmara Federal, que define regras, deveres, direitos e obrigações das operadoras do sistema para garantir um transporte rodoviário seguro, perene e confiável para a população, além de um ambiente favorável para o trabalho dos profissionais rodoviários, que preserve sua empregabilidade formal.

Carteira assinada, jornadas adequadas, descanso, férias remuneradas, capacitação, monitoramento da saúde e um centro de controle operacional que ofereça apoio ao profissional em tempo real, 24 horas por dia, são conquistas dos trabalhadores das empresas regulares do transporte rodoviário. São 78 mil motoristas que trabalham nessas condições de formalidade no Brasil. No entanto, de acordo com a entidade, em virtude do número grande de demissões por conta da pandemia, muitos deles se sujeitam ao trabalho informal em empresas clandestinas que operam com ônibus em condições precárias. Segundo dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), esse tipo de transporte aumenta em quatro vezes a letalidade dos acidentes. Ao contrário dos motoristas de ônibus clandestinos, os condutores do transporte regular contam com padrões de treinamentos rigorosos, testes toxicológicos contínuos e alojamentos para descanso.

Imagem – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.