Direto do túnel do tempo

Entre o Brasil, a Argentina e o Paraguai, a Pluma era referência no transporte de passageiros sobre rodovias

Ela não tem mais o destaque de outros tempos no transporte brasileiro de passageiros. Estamos falando da operadora paranaense Pluma Conforto e Turismo, que por muitos anos teve importante participação na formação do sistema rodoviário nacional.

A Pluma, como ficou conhecida por muitos anos, ligando o sul e o sudeste brasileiro, além de países fronteiriços, como a Argentina e o Paraguai, além da costa pacífica, no Chile, foi protagonista dos serviços em que promovia as ligações regionais por intermédio de seus ônibus, unindo povos e culturas.

Nesta peça publicitária, da década de 1970, a transportadora enfatiza o samba, o tango e a guarânia, danças típicas dos três países em que atuava em suas linhas que partiam do Rio de Janeiro a Buenos Aires e de São Paulo a Assunção, sempre com modernos e possantes ônibus, nas categorias convencional e leito, proporcionando conforto e segurança.

A harmonia entre a carroçaria Diplomata (ex Nielson) e o chassi Scania era um diferencial nas viagens de longas distâncias, sejam elas em linhas regulares ou turísticas, com música ambiente, WC, poltronas confortáveis e a suspensão pneumática.

Imagem – Arquivo Tony Belviso

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.