Milão continua apostando nos trólebus

Os futuros veículos terão motores de tração com 160 kW de potência e baterias de 45 kWh, que poderão ser recarregadas conectando-se à rede elétrica aérea

A cidade italiana de Milão, por meio da operadora ATM Milano, está expandindo sua frota de ônibus urbanos com emissão zero de poluentes locais ao anunciar um novo contrato de compra de novos trólebus da marca polonesa Solaris Bus & Coach. Serão 50 unidades do modelo Trollino, com piso baixo, capacidade para 135 passageiros e equipadas com sistema de ar-condicionado.

Os futuros veículos terão motores de tração com 160 kW de potência e baterias de 45 kWh, que poderão ser recarregadas conectando-se à rede elétrica aérea. Com o banco extra de baterias, os trólebus poderão ser operados por até 15 quilômetros sem a necessidade da rede aérea. De acordo com a Solaris, isso é um fator determinante e importante para os serviços em áreas históricas da cidade ou em caso de pane na rede elétrica.

Um avançado sistema de vigilância também será incorporado nos novos ônibus elétricos. Serão 10 câmeras, incluindo uma câmera retrovisora, uma tela de 10 ” no console central e um registrador de dados.

Para melhorar os padrões de segurança, haverá também o monitoramento contínuo do isolamento dos componentes de alta tensão do chassi. Caso alguma irregularidade seja detectada, o sistema irá abaixar, automaticamente, os conectores de energia. O investimento total com a compra desses 50 veículos será de 40 milhões de euros.

Imagem – Kiepe Electric

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.