Combinação sustentável para o transporte

O hidrogênio usado na frota de ônibus local vem do processo de transformação da energia eólica, significando uma energia 100% verde

O futuro da tração elétrica dos ônibus urbanos poderá contar com o hidrogênio verde, energia renovável que poderá ser o combustível do amanhã. E como conseguir essa forma energética? De acordo com o CIBiogás, associação dedicada ao desenvolvimento do biogás, a transformação do biogás poderá ser a fonte, pois nele há uma grande concentração de hidrogênio. O biogás, após purificado, resulta em biometano, e este, quando processado corretamente, pode ser a fonte renovável de hidrogênio. 

Segundo a entidade, o Brasil abriga uma grande diversidade de elementos que compõem a matriz energética e, com isso, ainda há esperança para um futuro ainda mais otimista para o impulsionamento do hidrogênio verde, basta as fontes derivadas do biogás serem popularizadas o bastante para que alternativas surjam com mais visibilidade.

Na América do Norte e na Europa, algumas cidades já estão investindo em ônibus movidos por eletricidade vinda das células a combustível que utilizam o hidrogênio como combustível. Dentre as fabricantes de ônibus, a marca norte-irlandesa Wrightbus se destaca por estar a frente de outras concorrentes ao desenvolver seu modelo urbano com dois pavimentos equipado com a células a combustível. A empresa já forneceu seus primeiros veículos para a cidade escocesa de Aberdeen, por onde já rodam 15 unidades, com investimento de 8,3 milhões de libras (ou R$ 58.200.000,00), financiados pela municipalidade, governo escocês e União Europeia. Após completar 160 mil quilômetros de operação, a utilização do hidrogênio evitou a emissão de 170 toneladas de CO² na atmosfera.

O hidrogênio usado na frota de ônibus local vem do processo de transformação da energia eólica, significando uma energia 100% verde. “Reduzir a pegada de carbono da cidade em grande escala não é uma tarefa fácil, mas estamos comprometidos em fazer um progresso contínuo e temos orgulho de liderar o caminho na indústria de transporte com a operadora First Aberdeen para trazer nossa visão conjunta de baixa emissão. Transporte público para a vida”, disse o vice-conselheiro Douglas Lumsden, do Conselho Municipal de Aberdeen.

O Brasil poderia seguir os muitos exemplos que estão surgindo pelo mundo no sentido de alcançar a sustentabilidade ambiental e energética nos sistemas de transporte. Tem totais condições de liderar um amplo programa de incentivo à adoção de tecnologias e trações alternativas, bem como de biocombustíveis para serem utilizados em ônibus urbanos. Apostar apenas na modalidade de ônibus com baterias é um equívoco em meio às suas características que permitem oportunidades para os demais tipos de tração, conforme a demanda exigirá.

Imagens – Wrightbus

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.