Ações de sustentabilidade Scania

Com diferentes inovações, a montadora Scania quer ser líder mundial em transporte sustentável

A Scania ressaltou a importância de seu conceito de sustentabilidade ambiental nos mercados argentino e mexicano de ônibus. Com isso, a marca segue firme com o compromisso de ser líder mundial em oferecer soluções e tecnologia que reduzam os impactos negativos ao meio ambiente e ao setor de transportes.

A montadora foi além do Brasil e, também, apresentou no país vizinho da Argentina o seu modelo de chassi intermunicipal K320 equipado com o motor a gás natural. É o resultado de sua estratégia comercial, que reforça a expansão de sua gama de produtos ecologicamente corretos.

O chassi K320 IB 4×2, da Linha Green Efficiency, foi projetado para trabalhar tanto com gás natural, como biometano e apresenta custo operacional 30% menor em relação ao modelo movido a diesel o que garante uma solução sustentável com o menor gasto operacional possível, informou a Scania.

Equipado com o motor de 9,3 litros e 320 cv, 5 cilindros e Euro VI, possui autonomia de aproximadamente 600 km, por intermédio dos 215 m³ de GNV, acomodado em seis tanques. A sua característica é ressaltada por poupar espaço e peso, sem sacrificar o desempenho. A carroçaria do novo ônibus foi produzida pela marca Saldivia, uma empresa comprometida com o design e durabilidade de seus produtos. “Devido ao nível mínimo de ruídos e vibrações nesse tipo de veículo, o modelo oferece maior conforto, tanto para o motorista, quanto para os passageiros e moradores das grandes cidades. Acreditamos que é nestas três áreas que todo o sistema deve continuar a avançar: a melhoria do transporte público, o compromisso com a eficiência energética e um caminho definido para os combustíveis alternativos”, disse Jorge Vittar, gerente de Ônibus da Scania Argentina.

De acordo com a montadora, sua tecnologia já foi avaliada com experiências de sucesso em cidades como Bogotá, Medellín, Madrid e Estocolmo. O principal benefício é que o gás natural, mesmo sendo derivado do petróleo, polui até 20% menos que o diesel, enquanto o biometano é renovável e reduz o nível de emissões poluentes em 90%.

No México, duas ações revelam que o mercado local está atento para os próximos passos que elevam a categoria do transporte ao utilizar veículos cada vez mais limpos. A cidade de Mérida, por meio da operadora Mobility ADO, terá em seu sistema de transporte coletivo 20 novos ônibus, dotados de chassis K250 equipados com motorização Euro VI XPI, um avanço na tecnologia de motores a diesel.

De acordo com a montadora, sua nova geração de motores para o mercado mexicano apresenta uma redução da emissão de poluentes que chega a 80% em óxidos de nitrogênio e PM (material particulado), em comparação com sua tecnologia no Euro V, diminuindo ainda os ruídos.

Os novos ônibus possuem carroçarias da marca Beccar e 12,80 metros de comprimento.

Inovação elétrica

Outra grande novidade fica por conta do chassi Scania Volt, o primeiro com tração elétrica produzido fora da Suécia. Ele faz parte da nova geração de ônibus Scania, completando um portfólio de ônibus sustentáveis e ecologicamente corretos. Sua versão com piso baixo tem o motor elétrico localizado na parte traseira esquerda do chassi, além da flexibilidade quanto ao número de baterias (8 ou 10 dependendo da necessidade da operação específica).

A montadora ressalta que se concentrou no desenvolvimento de veículos com tecnologia de ponta para as demandas das cidades do futuro, ou seja, o foco não está apenas em uma operação sustentável, mas também em sistemas de segurança e visuais para o motorista, permitindo uma condução segura.

Em comparação com veículos convencionais, veículos elétricos requerem uma estratégia comercial mais ampla, uma vez que devem considerar a configuração de bateria, faixa operacional, consumo de energia e desempenho. “A chegada deste chassi elétrico para a Scania México significa que somos capazes de oferecer aos nossos clientes a melhor tecnologia, tanto no produto como no serviço pós-venda. Continuaremos da mesma forma, estudando meticulosamente cada necessidade para oferecer o melhor desempenho operacional para termos a preferência de nossos clientes por nossos serviços de pós-venda pelo qual somos amplamente reconhecidos”, salientou Jorge Navarro, diretor Comercial e de Serviços de Ônibus Scania.

O novo chassi, que receberá a carroçaria E- Urviabus, da Beccar, irá percorrer as rotas de um dos principais corredores de BRT do país mexicano para ser avaliado. Sua montagem se inicia a partir do primeiro semestre de 2022 na planta mexicana da Scania.

Imagens – Divulgação Scania Argentina e México

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.