Volvo Buses expande sua tecnologia de ônibus elétricos

A Volvo informou que seu trem de força pode ser configurado com uma ou duas unidades motoras, gerando potências de nada menos do que 540 hp

Uma das marcas pioneiras em disponibilizar a tecnologia da tração elétrica para ônibus urbanos está com novidades. A Volvo Buses, atenta para a crescente demanda global por soluções na eletrificação do transporte público, lançou o chassi BZL Electric, passando a fornecer uma plataforma sólida para transporte público sustentável e eficiente para cidades de diversas partes do mundo, além de operações confiáveis e rentáveis para os operadores. “Com o novo Volvo BZL Electric, oferecemos uma plataforma global para transportes públicos limpos, silenciosos e com eficiência energética para atender à crescente demanda em mercados que já estão prontos para mudança para a eletromobilidade”, disse Anna Westerberg, presidente da Volvo Buses.

De acordo com a montadora sueca, a circularidade é uma característica fundamental, sendo que o modelo foi desenvolvido para ser mais de 90% reciclável. O novo modelo é equipado com um trem de força totalmente desenvolvido pela Volvo, possuindo motor elétrico de 200 kW acoplado a uma transmissão automatizada de duas marchas. De acordo com a marca, isso aumenta o torque nas rodas a baixas velocidades e atenua os picos de corrente, reduzindo o consumo de energia e sustentando a saúde do motor e das baterias. A Volvo informou que seu trem de força pode ser configurado com uma ou duas unidades motoras, gerando potências de nada menos do que 540 hp, o que permite ao chassi a grande capacidade para vencer subidas, com uma operação sempre rápida e confortável.

A recarga de suas baterias pode ser realizada pelo modo rápido de alta potência (OppCharge) ou em carga lenta (CCS) na garagem. Segundo explica a fabricante, há um compromisso de energia utilizável, garantindo uma quantidade acordada de energia para a operação e eliminando preocupações dos clientes com as baterias. “O novo Volvo BZL Electric é baseado em soluções comprovadas e bem-sucedidas já implantadas na Europa. Todos os componentes do chassi e trem de força foram desenvolvidos e fabricados pela Volvo. Para assegurar as qualidades premium de nossos ônibus, estabelecemos parcerias com encarroçadores de todo o mundo,” observou Dan Pettersson, diretor da área internacional da Volvo Buses.

Em linhas gerais, o chassi tem dois comprimentos – 11.815 mm (para carroçarias com piso único) e 10.585 mm (carroçaria com dois pavimentos); trem de força com potência máxima um ou dois motores – 200/400 kW (piso único), 200 kW (dois pavimentos); transmissão automatizada Volvo com 2 velocidades; recarga do tipo OppCharge, com potência máxima e 300 kW ou Combo2/CCS, com potência de carga máxima 150 kW; e capacidade armazenagem de energia até 470 kWh.

Imagem – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.