Gigante com fome de mercado

O modelo de negócio da empresa é atuar em parceria com operadoras que já estão no mercado e realizam os serviços, principalmente os interestaduais

Desde 2013, a Flix Mobility, provedor global de mobilidade, criada na Alemanha, tem mudado a forma como milhões de pessoas viajam na Europa, por meio de sua marca FlixBus. Ela apresenta-se uma combinação entre startup de tecnologia, plataforma de e-commerce e empresa de transporte, se tornando, em pouco tempo, a maior rede de ônibus intermunicipal do velho continente, ajudando centenas de milhões de pessoas a chegarem aos seus destinos.

Como forma de atender sua estratégia de negócio e reforçar sua presença em outras partes do mundo, a operadora anunciou recentemente a aquisição da grandiosa e histórica transportadora norte-americana Greyhound Lines, Inc., que pertencia ao FirstGroup.

Com a chegada aos Estados Unidos, a marca Flix irá reunir a tecnologia global e inovadora da FlixBus, com larga experiência em mobilidade compartilhada, ao icônico nome Greyhound, criando uma empresa que terá maior capacidade de atender às necessidades dos viajantes de ônibus em linhas intermunicipais naquele país. De acordo com a empresa, à medida que as economias se reabrem, eles serão um grande impulsionador para o crescimento sustentável em toda a atuação da transportadora americana, já que a Greyhound, atualmente, conecta aproximadamente 2.400 destinos na América do Norte, com quase 16 milhões de passageiros transportados a cada ano.

André Schwämmlein, fundador e CEO da FlixMobility, disse, em nota, que os Estados Unidos buscam cada vez mais soluções de mobilidade acessíveis, confortáveis, inteligentes e sustentáveis. “Nossa chegada ao mercado norte-americano atrairá, significativamente, os viajantes de carros particulares para os nossos ônibus intermunicipais compartilhados. Juntos, FlixBus e Greyhound serão capazes de atender a essa demanda crescente. Como nossa empresa continua a se recuperar dos efeitos da pandemia, vamos repetir o sucesso que já alcançamos em 36 países, fora dos EUA, com nossa inovadora e centrada abordagem ao cliente”, disse ele.

Além dos Estados Unidos, a transportadora também está de olho em outro país com grande dimensão continental e que tem no ônibus o seu principal meio de locomover as pessoas. E, esse país é o Brasil, com as suas vastas possibilidades em promover serviços e operações atrativas para um público bem variado.

De acordo com Edson Lopes, diretor Brasil da Flixbus, a estratégia da empresa no mercado brasileiro segue a lógica do porquê o País foi escolhido para os negócios realizados por ela. “O Brasil é um dos maiores mercados rodoviários do mundo, apesar de ter muitos atores atuando no segmento. O potencial do mercado é muito grande, o que faz com que enxergamos a possibilidade de aberturas de novas rotas em paralelo às que já são exploradas”, observou ele.

O modelo de negócio da empresa é atuar em parceria com operadoras que já estão no mercado e realizam os serviços, principalmente os interestaduais, regulados pela ANTT. Cabe a Flixbus oferecer uma série de aspectos que ampliam a atratividade da operação. “Iremos além da venda de passagens. Queremos construir e trabalhar a marca de nossos parceiros por meio do maior uso do marketing; queremos cuidar da precificação das passagens e do planejamento das rotas. Isso ainda inclui o suporte aos clientes e diversas outras ações feitas pelo transportador, que ficará responsável pela operação e manutenção dos veículos”, explicou Edson.

Perguntado se há a possibilidade de ampliar a atuação da empresa além da parceria com o potencial operador, como a exploração dos terminais de passageiros e até de pontos de paradas, por exemplo, o executivo da Flixbus afirmou que o assunto está no radar de suas operações, assim como é feito no mercado europeu, ao disponibilizar espaços adequados, confortáveis, seguros e próprios para que os clientes tenham maior comodidade em suas viagens. “Isso pode significar uma maneira de ampliarmos nossos negócios. Vamos estudar esse negócio para que possamos explorá-lo no futuro”, adiantou Edson.

Edson Lopes, da Flixbus Brasil

A primeira relação com o mercado brasileiro se dará com a operadora paulista Expresso Adamantina, parceria firmada há pouco tempo. Com 50 destinos em nove estados do Brasil, a empresa de transportes, localizada na cidade de Dracena, adotou uma visão empreendedora e antenada com o futuro, dando início a uma grande transformação com foco na excelência no atendimento ao cliente. A operadora está há mais de 60 anos no mercado e segue em constante processo de transformação, investindo em tecnologia e renovação da frota.

De acordo com Clóvis Nascimento Martins, proprietário do Grupo Adamantina, o trabalho conjunto com a líder de mercado na Europa para a operação de algumas rotas, complementa as linhas de produtos da empresa, que tem focado em inovações por meio da tecnologia, dando mais opções para os consumidores. “Estamos em um processo acelerado de expansão e acreditamos na modernização do setor e abertura de mercado. Nesse contexto, a FlixBus é o melhor parceiro para nos ajudar na conquista de novos consumidores e otimizar processos”, disse ele.

Imagens – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.