Interesses em comum

O Grupo JCA e a Scania estão otimistas com a retomada da movimentação de passageiros em 2022

Reportagem especial

O momento da recuperação parece ideal. Mesmo que a pandemia de Covid-19 ainda continue impactando no setor econômico e na vida das pessoas, a perspectiva de melhora do cenário já se faz sentida por diversos setores, como o do transporte rodoviário de passageiros, que vê, neste final de ano, um momento de retomada de suas viagens em maior escala.

Os sinais positivos no segmento foram ressaltados por duas grandes empresas envolvidas com o transporte, sendo uma operadora, que é referência no mercado, e outra montadora, fabricante de chassis para ônibus com a mais alta tecnologia.

Grupo JCA e Scania compartilham da mesma expectativa em relação a volta dos passageiros nas viagens rodoviárias. As corporações apresentaram, recentemente, detalhes sobre o rumo que o setor tende a tomar daqui para frente. Gustavo Rodrigues, diretor-presidente do Grupo JCA, revelou que, sob a ótica do ano de 2022, a expectativa é favorável nos negócios das empresas que fazem parte do grupo fluminense. A começar pelo investimento na renovação de sua frota de ônibus, acontecida há pouco tempo, ação que leva em consideração a segurança e o conforto de seus passageiros e colaboradores.

De acordo com o executivo, a mais nova aquisição de veículos envolveu 159 chassis da marca Scania, sendo 115 unidades do modelo K 360 4×2 e outras 44 do K 440 8×2, equipados, além do ADAS, com o freio auxiliar Scania Retarder, o que aumenta ainda mais a segurança. Todos estão conectados com o pacote análise para gestão inteligente dos dados gerados nas viagens. “A constante renovação da frota é uma característica do Grupo. Mesmo com a pandemia, acreditamos na retomada do mercado, nunca se esquecendo de oferecer a melhor experiência de viagem para os nossos clientes”, disse Gustavo.

Gustavo Rodrigues

Além dos veículos, outro importante aspecto observado na renovação da frota foi a incorporação da tecnologia embarcada, como a adoção do sistema ADAS (Advanced Driver Assistance Systems), recurso que auxilia o motorista em sua condução e ajuda a prevenir acidentes de trânsito durante a viagem. Trata-se de uma tecnologia que pode acionar a frenagem de emergência avançada, além de medir a distância e a velocidade relativa de qualquer veículo na pista, para intervir e evitar acidentes.

Outro detalhe é favorece o condutor a manter um intervalo de distância constante em relação ao veículo à frente e avisa o motorista quando o ônibus sai de forma involuntária das faixas de rolagem, por meio da vibração da poltrona. “Além desse sistema de segurança, também temos em toda a nossa frota a telemetria, ferramenta que traz muitos benefícios operacionais, pois com ela podemos ter o monitoramento online e remoto de nossos veículos. Alcançamos uma gestão otimizada”, ressaltou Gustavo.

O Grupo JCA também vem investindo em tecnologia e inovações que buscam qualificar ainda mais os seus negócios na área de comercialização de passagens, num ambiente digital, para facilitar a relação com o cliente. “Desde 2017 estamos digitalizando a oferta de nossos serviços, com inúmeras soluções que visam aumentar o e-commerce em nossos negócios. São plataformas que permitem ao cliente a facilidade na aquisição das passagens. Também passamos a oferecer um outlet de passagens, incremento para o nosso comércio e uma oportunidade para o passageiro poder viajar e usufruir de nossos serviços”, observou o diretor-presidente do Grupo.

Outra novidade disponibilizada, desde 2020, pelo conglomerado fluminense é a startup wemobi, 100% digital, onde o passageiro realiza a compra pelo site, até o momento de embarque – que é contactless e funciona por meio de QR Code. Reagendamentos, cancelamentos e reembolsos também são feitos por meio das plataformas online e o pagamento pode ser feito via cartões de crédito, transferência bancária ou PIX. Neste momento, são 29 ônibus em operação atendendo a 14 destinos.

Outro modo de agradar seus clientes é o Clube Giro, programa de fidelidade e benefícios que conta com 65 mil cadastros e que proporciona prêmios, como desconto em passagem, cortesia nas empresas parceiras para o titular ou para um acompanhante, além de kit de produtos exclusivos.

Para a Scania, sua relação comercial com o Grupo JCA só se fortalece a cada negócio realizado com essa parceria, que aliás, é de longa data, pois uma das empresas, a Viação Cometa, compra ônibus da marca desde 1961. Silvio Munhoz, diretor de Vendas de Soluções da Scania no Brasil, salientou que a oferta das soluções de mobilidade pela montadora no País é um aspecto diferenciado e que se traduz em mais rentabilidade para o operador, como o grande portfólio de produtos, os programas de manutenção, os serviços conectados e de financiamentos. “Nossa ligação com o Grupo JCA, que é um dos três maiores clientes da marca do mundo em ônibus, só nos traz uma experiência muito boa quanto a aprimorar e melhorar nossos veículos, além de uma troca de conhecimento muito positiva”, disse.

Silvio Munhoz, da Scania

Nos últimos oito anos, a Scania comercializou com as empresas do grupo 837 chassis, que ainda rodam em todas as operações realizadas pelas operadoras sob o símbolo JCA. Munhoz destacou que a última venda, de 159 chassis, representa quase 60% do negócio total do cliente nos últimos meses. “O que reforça a importância de mais esta venda é que a JCA escolhe os produtos de forma racional e baseada em resultados financeiros e satisfação dos passageiros. E assim seguimos cumprindo nossas promessas de marca oferecendo rentabilidade, menor custo total operacional, segurança, conforto e disponibilidade em nossos produtos”, analisou o executivo da Scania.

Como sabemos, a Scania tem em sua gama de chassis a alternativa da propulsão a gás natural/biometano, o que significa uma visão de sustentabilidade ambiental para o segmento de transporte de passageiros, com a redução das emissões poluentes e viável economicamente. E, o Grupo JCA se interessou pela opção tecnológica, revelando que irá fazer uma demonstração com o chassi K 320 4×2 a partir do primeiro trimestre do ano que vem. Sua operação será pela Viação Cometa em uma rota rodoviária ainda em definição. “Esse veículo mostrará para o grupo fluminense o que outras empresas de transporte já comprovaram, que é uma solução viável, tanto em termos de redução da poluição, como pelo lado da economia”, adiantou Munhoz.

Esse será o segundo chassi para ônibus com a propulsão a gás fornecido à uma empresa de transporte rodoviário. O primeiro foi adquirido pela operadora gaúcha Turisilva.

No tocante a 2022, o diretor da Scania comentou que estão voltando as procuras dos clientes para efetivar compras e planejar entregas para o ano que vem. “Tivemos um enfraquecimento natural das vendas nesse período em que passamos recentemente. Porém, não temos dúvida que o mercado se reaquecerá novamente e logo demandará por novas compras de ônibus. É um processo gradual que deverá permanecer ao longo de 2022. Imaginamos que uma recuperação efetiva do setor ainda leve pelo menos dois anos”, disse.

Ainda, no mesmo contexto citado, em nota, o Grupo JCA revelou que a expectativa é encerrar o último trimestre deste ano com um aumento de 40% em viagens rodoviárias, alcançando 75% do volume em dezembro – quando comparado com 2019. Para o primeiro semestre de 2022, espera alcançar 90% em relação ao pré-pandemia. Dentre os seus negócios, a meta para o próximo ano da wemobi é operar com 300 ônibus na plataforma e o Clube Giro alcançar 2 milhões de clientes cadastrados no aplicativo. Por outro lado, a logística, com a BUSLOG, há uma expectativa que prevê um aumento de 30% no transporte de encomendas, enquanto a Opção Fretamento & Turismo estima fazer a gestão de 1.200 ônibus no negócio. “Com o processo de imunização das pessoas, haverá a retomada do transporte rodoviário, gradual e segura, sempre oferecendo a melhor tecnologia e a qualificação dos serviços. Esperamos alcançar 90% no volume (pré-pandemia) de nossos negócios já no primeiro semestre do ano que vem”, ressaltou Gustavo.

São mais de 2.400 ônibus na frota do Grupo JCA, que atendem a mais de 60 milhões de clientes de 400 localidades entre as regiões Sul e Sudeste do País.

Imagens – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.