O ônibus elétrico mais próximo do mercado

O primeiro chassi com tração elétrica foi 100% desenvolvido pela equipe de engenharia brasileira com foco na realidade da mobilidade e do transporte de passageiros

A Mercedes-Benz anunciou que o seu recente chassi com tração elétrica, desenvolvido para o transporte urbano, já tem negócios em andamento no Brasil que chegam à marca das 100 unidades. A montadora revelou essa informação em evento de apresentação da sua tecnologia ao Cônsul-geral da Alemanha em São Paulo, Thomas Schmitt,  e para Joseph Weiss, Cônsul-geral adjunto.

O encontro, realizado na fábrica São Bernardo do Campo (SP), ressaltou a apresentação do eO500U, primeiro chassi de ônibus elétrico Mercedes-Benz no País, que simboliza a entrada da marca na era da eletromobilidade em veículos comerciais no Brasil.

Em relação ao referido veículo, a fabricante destacou que ele foi apresentado ao mercado em agosto de 2021, sendo que a marca dá mais um passo histórico em sua trajetória marcada por muitas conquistas no mercado brasileiro. O primeiro chassi com tração elétrica é 100% desenvolvido pela equipe de engenharia brasileira com foco na realidade da mobilidade e do transporte de passageiros.

Membros do consulado alemão conhecem o novo ônibus elétrico

Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, comentou que as 100 encomendas programadas para entrega entre o final de 2022 e início de 2023, trará uma solução da marca para esse contexto no Brasil. “Nossa decisão estratégica de apresentar uma solução em eletromobilidade primeiramente em ônibus, mais especificamente no segmento urbano, foi pensando no coletivo e no cenário das cidades. Nós temos experiência de 65 anos no Brasil, sempre oferecendo novas tecnologias para o transporte. Agora, alinhado às demandas de clientes e da sociedade, acrescentamos a tecnologia elétrica ao nosso universo de multissoluções”, disse o executivo.

Em linhas gerais, o modelo eO500U conta com piso baixo, podendo receber carroçarias com até 13,2 metros de comprimento. Já a sua autonomia é de até 250 km, além de ter a maior capacidade de transporte de passageiros deste segmento. O motor elétrico é integrado ao eixo traseiro e o chassi virá equipado com freio eletrônico EBS e sistema de regeneração de energia. No tocante ao sistema de recarga das baterias, ele é do tipo plug-in, no mesmo padrão tecnológico utilizado pela Daimler Truck em seus ônibus elétricos, levando três horas de duração para a recarga completa.

Imagens – Divulgação

A melhor maneira de viajar de ônibus rodoviário com segurança e conforto

Ônibus movido a biometano, por Juliana Sá, Relações Corporativas e Sustentabilidade na Scania

Posts Recentes

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.